Como prevenir-se de um incêndio?

Tempo de leitura: 6 minutos

Quanto vale um patrimônio? Quanto vale uma vida?

Já imaginou perder uma residência, uma instalação fabril, ou até amigos de trabalho e familiares por conta de um incêndio?

Muito triste, não?!

Apesar de a maioria das pessoas terem essa consciência, muitos negligenciam a correta instalação de Sistemas de Segurança contra Incêndio e Pânico.

Seja por acharem que nunca vai acontecer, seja para reduzir custos ou por evitar burocracia, muitos estabelecimentos caem neste erro e colocam patrimônios e vidas humanas em risco.

Neste artigo, vou te apresentar como é formado um Sistema de Segurança contra Incêndio e Pânico.

Se você se interessa por este assunto, acompanhe este artigo até o final.

SISTEMA DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO

O Sistema de segurança contra incêndio e pânico é o conjunto de dispositivos que visam prevenir, controlar o incêndio, e permitir uma evacuação rápida e segura para os ocupantes da edificação.

Ele é formado basicamente por 4 sistemas de segurança, a saber:

  • Sistema de Prevenção e Combate a Incêndio
  • Sistema de detecção e alarme de incêndio
  • Sistemas e dispositivos para evacuação
  • Sistemas de Proteção de estruturas

Cada sistema possui finalidade específica e é composto por dispositivos específicos.

Vou falar um pouco de cada um dos sistemas. Acompanhe-nos!

SISTEMA DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO

O sistema de prevenção e combate a incêndio visa evitar que focos de fogo se alastrem e tomem grandes proporções. Ele é formado por dois sistemas:

  • Sistemas portáteis e transportáveis
  • Sistemas fixos:
    • Sob comando
    • Automáticos

Os sistemas portáteis e transportáveis são compostos basicamente por extintores de incêndios manuais ou extintores de incêndios sobre rodas.

Os extintores de incêndio são dispositivos com a finalidade de combater princípios de incêndio. Ou seja, seu uso se resume a tentar extinguir os focos de incêndio, fogos de pequenas proporções, em que o incêndio ainda não foi instaurado.

Os sistemas fixos podem ser:

  • Sob comando: É o caso dos sistemas de hidrantes e sistema de carretel com mangotinhos com mangueira semi-rígidas
  • Automáticos: É o caso do Sistema de chuveiros automáticos.

Os sistemas de hidrantes e de carretel com mangotinhos são destinados exclusivamente para combater incêndio. É usado quando o uso de extintores não é suficiente para extinguir o fogo no início. 

Hidrantes
Mangotinho

Os Sistemas de Chuveiros Automáticos têm por finalidade de:

  • proteger áreas de maior risco;
  • evitar propagação do fogo;
  • garantir um caminhamento seguro às rotas de fuga.
Chuveiros Automáticos

SISTEMA DE DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO

O sistema de detecção e alarme tem como objetivo identificar o início e local do incêndio, e avisar, através de alarmes sonoros e visuais, a todos os ocupantes da edificação sobre o sinistro.

O sistema de detecção e alarme é composto pelos seguintes dispositivos:

  • Central de Alarme: responsável para processar os sinais provenientes dos circuitos de detecção e alarme, convertê-los em indicações adequadas, e comandar e controlar os demais componentes do sistema;
  • Painel Repetidor: destina-se a sinalizar de forma visual e/ou sonora, no local desejado, as ocorrências detectadas no sistema;
  • Detector Automático: destinado a operar quando influenciado por fenômenos físicos ou químicos que acompanham um princípio de incêndio;
  • Acionador Manual: destinado a transmitir a informação quando acionado pelo Homem;
  • Indicador: destinado a sinalizar sonora ou visualmente qualquer evento relacionado ao sistema de detecção e alarme;
  • Circuito de detecção: onde são instalados os detectores automáticos, acionadores manuais ou outro sensor pertencente ao sistema;
  • Circuito de alarme: onde são instalados os indicadores;
  • Circuito auxiliar: destinado ao comando e/ou supervisão de equipamentos relativos à prevenção e combate a incêndios.
Sistema de Detecção e Alarme contra Incêndio

SISTEMAS E DISPOSITIVOS PARA EVACUAÇÃO

Os sistemas e dispositivos para evacuação destinam-se a:

  • possibilitar abandono da área pela população no menor tempo possível e de forma segura dos pontos mais afastados até as saídas de emergência e áreas de descarga;
  • permitir o acesso de auxílio externo para combate ao incêndio e retirada da população.

Eles são formados por:

    • Acessos: caminhos percorridos pela população em um mesmo pavimento para alcançar uma saída de emergência;
    • Escadas de Emergência: permitem que a população atinja pavimentos inferiores e áreas de descargas;
    • Áreas de Refúgio: área devidamente protegida com portas e paredes corta-fogo, localizadas em cada pavimento, destinadas para descanso da população em abandono;
    • Áreas de Descargas: parte das saídas de emergência localizada entre a escada e a via pública ou área externa da edificação;
    • Portas: permitem isolamento de áreas, compartimentos e pavimentos. Devem ser constituídas de material resistente ao fogo (Porta tipo corta-fogo);
    • Rampas
    • Elevadores de Emergência

SISTEMAS DE PROTEÇÃO DE ESTRUTURAS

O sistema de proteção de estruturas é formado pelos Dispositivos Contra Descargas atmosféricas. Esse dispositivo tem como objetivo estabelecer meios para as descargas atmosféricas se dirigirem pelo menor percurso possível para a terra.

Para aprender mais sobre este sistema, clique aqui.

EXIGÊNCIAS E DIMENSIONAMENTO DOS SISTEMAS DE SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO

Os sistemas de segurança contra incêndio e pânico acima relatados são dimensionados e definidos de acordo com o tipo de ocupação da edificação, bem como em função dos seguintes parâmetros:

  • área total construída e/ou coberta;
  • área construída por pavimento;
  • número de pavimentos;
  • altura total da edificação ou de áreas ou setores específicos;
  • distâncias a serem percorridas pela população;
  • natureza das circulações (abertas ou fechadas);
  • natureza específica da ocupação;
  • área total ocupada.

De acordo com esses parâmetros é que são definidas todas as quantidades e características dos dispositivos de cada um dos sistemas de prevenção relatados acima.

Chegamos ao final de mais um artigo. Nele você pode ter uma visão geral de como é estruturado o Sistema de segurança contra incêndio e pânico.

Nos próximos artigos detalharemos mais cada um dos 4 sistemas apresentados acima.

Se você gostou do artigo:

  • Deixe seus comentários. Pode ser um elogio ou crítica. Sua participação é importante para nós.
  • Compartilhe com seus amigos através das redes sociais.
  • Cadastre-se em nossa lista de emails para receber as novidades de nosso blog.

Grande Abraço e nos vemos nos próximos artigos.

2 Comentários


  1. Muito bom!!! Ansioso para os próximo artigos sobre incêndio! Depois mostra as principais nbr’s referentes a cada um desses sistemas.

    Responder

    1. Legal, Max!!! Estou preparando outro artigo bem bacana. Você vai gostar! Abraço

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *