Sistema de gestão – Política Ambiental, de Qualidade, e de SST

Tempo de leitura: 11 minutos

Conforme já dissemos no artigo “Sistema de Gestão – Introdução” (não leu ainda? então leia aqui), um Sistema de Gestão é um conjunto de ações e métodos que são empregados para melhorar a administração, com o intuito de se alcançar um objetivo.

Neste artigo nós vamos falar sobre um documento que é base para os sistemas de gestão de qualidade (ISO 9001), ambiental (ISO 14001) e de segurança e saúde ocupacional (OHSAS 18001): a Política. Falaremos quais os requisitos para uma Política Ambiental, uma Política de Qualidade e uma Política de SST, como integrá-las e mostraremos alguns exemplos.

Confira!

APRESENTAMOS A POLÍTICA!

Política Capa

A Política é um documento no qual uma empresa expressa formalmente suas intenções de desempenho. Trata-se de um documento obrigatório a uma empresa que pretende implementar um sistema de gestão baseado nas ISOs 9001 e 14001 ou na OHSAS 18001.

Nestas normas, a Política é referenciada antes mesmo da fase de planejamento. Isto porque o planejamento será realizado a partir do que foi estabelecido na Política!

Tudo o que for realizado no sistema de gestão deve ser compatível com o que está descrito na Política da empresa. Este documento permite a definição de objetivos e a fase de análise crítica envolve a aderência das ações da empresa frente ao disposto em sua Política.

A Política pode ser comparada à “missão”, ou aos “valores” de uma empresa, mas são documentos bem diferentes.

A missão normalmente expressa um objetivo específico, o propósito de uma organização.

“Desenvolver, produzir e comercializar carros e serviços que as pessoas prefiram comprar e tenham orgulho de possuir, garantindo a criação de valor e a sustentabilidade do negócio.”

Missão da FIAT

Disponível em http://www.fiat.com.br/institucional/gestao.html

Os valores são princípios éticos e morais que norteiam o comportamento de uma empresa e seus funcionários.

“Pessoas em primeiro lugar.

Qualidade de nossos produtos e serviços.

Segurança é inegociável.

Respeito para todos, dentro e fora da empresa.

Responsabilidade em toda decisão.

Paixão pelo que fazemos.”

Valores da Nestlé Brasil

Disponível em http://corporativo.nestle.com.br/aboutus/nestlebrasil

 

A Política, por sua vez, possui uma estrutura própria, ditada pelas normas. A seguir vamos mostrar como é a estrutura definida para a política em cada uma delas.

Explicação Política

POLÍTICA DA QUALIDADE

A ISO 9001:2015 estabelece em seu item 5.2:

“5.2.1 Desenvolvendo a política da qualidade

A Alta Direção deve estabelecer, implementar e manter uma política da qualidade que:

a) seja apropriada ao propósito e ao contexto da organização e apoie seu direcionamento estratégico;

b) proveja uma estrutura para o estabelecimento dos objetivos da qualidade;

c) inclua um comprometimento em satisfazer requisitos aplicáveis;

d) inclua um comprometimento com a melhoria contínua do sistema de gestão da qualidade.”

Vamos analisar o que grifamos.

Em primeiro lugar, a norma diz que a empresa deve (obrigatório) elaborar uma Política da Qualidade. Já dissemos neste e em outros artigos nossos que a Política é um dos documentos base para um sistema de gestão estruturado de acordo com as normas ISO (ou OHSAS).

Além disso, a Política da Qualidade de uma empresa deve ser apropriada a seu negócio. Uma empresa de TI, por exemplo, pode realizar trabalhos voluntários de ensino de informática, mas isto não pode ser o foco de sua política, uma vez que não é o foco da organização.

A Política da Qualidade também deve ter uma estrutura tal que permita uma análise para o estabelecimento de objetivos. Este item é muito importante, pois as normas consideram muito este documento em todas as etapas de gestão.

Por fim, no corpo do texto devem ser claros o comprometimento em atender requisitos aplicáveis e com a melhoria contínua. Isto pode parecer meio óbvio, mas deve ser expresso na Política da Qualidade.

Veja um bom exemplo:

Política de Qualidade Bradesco
Política de Qualidade Bradesco. Disponível em http://www.bradesco.com.br/portal/PDF/classic/sobre/politica-de-qualidade.pdf

 

POLÍTICA AMBIENTAL

Vamos agora ver o que a ISO 14001:2015 estabelece em seu item 5.2:

“5.2 Política Ambiental

A Alta Direção deve estabelecer, implementar e manter uma política ambiental que, dentro do escopo definido em seu sistema de gestão ambiental:

a) seja apropriada ao propósito e ao contexto da organização, incluindo a natureza, escala e impactos ambientais das suas atividades, produtos e serviços;

b) proveja uma estrutura para o estabelecimento dos objetivos ambientais;

c) inclua um comprometimento com a proteção do meio ambiente, incluindo a prevenção da poluição e outro(s) compromisso(s) específico(s) pertinente(s) para o contexto da organização;

d) inclua um comprometimento em atender os seus requisitos legais e outros requisitos;

e) inclua um comprometimento com a melhoria contínua do sistema de gestão ambiental para aumentar o desempenho ambiental.”

Note que há uma nítida semelhança entre os textos.

Os itens a) e b) são essencialmente iguais.

A exigência de atendimento a requisitos também é bem semelhante. A diferença é que não existem muitos requisitos legais associados à qualidade, mas existem inúmeros associados a meio ambiente. Logo, a Política ambiental deve incluir este compromisso.

O compromisso com a melhoria contínua também é presente na Política ambiental.

Por fim, a ISO 14001:2015 especifica o compromisso com a proteção do meio ambiente (afinal, trata-se de uma norma de gestão ambiental).

Abaixo apresentamos um bom exemplo:

Política ambiental Peugeot
Política ambiental da Peugeot. Disponível em http://carros.peugeot.com.br/politica-ambiental/

POLÍTICA DE SST

Por fim, vamos analisar o item 4.2 da OHSAS 18001:2007:

“4.2 Política da SSO

A alta administração deve definir e autorizar a política da SSO da organização e assegurar que, dentro do escopo definido de seu sistema de gestão da SSO, a política:

a) seja apropriada à natureza e escala dos riscos de SSO da organização;

b) inclua um comprometimento com a prevenção de lesões e doenças e com a melhoria contínua da gestão da SSO e do desempenho da SSO;

c) inclua um comprometimento em atender, pelo menos, aos requisitos legais aplicáveis e outros requisitos subscritos pela organização que se relacionem a seus perigos de SSO;

d) forneça uma estrutura para o estabelecimento e análise dos objetivos de SSO;”

Novamente, podemos encontrar diversas semelhanças entre os textos das normas.

A diferença marcante é a necessidade da expressão do comprometimento com a prevenção de lesões e doenças (à exemplo da Política ambiental, atendendo sua disciplina específica).

Vale aqui o destaque para a expressão “pelo menos” presente no item c). Esta expressão tem muito peso, pois uma empresa realmente comprometida com seu sistema de gestão pensa muito além do que simplesmente cumprir requisitos legais, os quais muitas vezes apresentam limites defasados.

Veja um bom exemplo:

Política SST Vale
Política de SST da Vale. Disponível em http://www.vale.com/pt/suppliers/code_conduct/documents/politica-de-saude-e-seguranca.pdf

RESUMO

No quadro abaixo nós resumimos o que é necessário constar na Política de uma empresa.

Tabela conteúdo mínimo Política

Você conseguiu entender?

Vamos agora analisar o seguinte exemplo:

Política ambiental da Maurão Engenharia

“A Maurão engenharia se compromete a preservar o meio ambiente, com vistas à sustentabilidade.

Nosso objetivo é realizar os serviços de forma sustentável e ágil, com o cliente em primeiro lugar.

Vamos plantar 1 árvore por hectare construído!”

Você acha que esta Política ambiental atende ao mínimo solicitado pela ISO 14001:2015?

Com certeza, não. Para uma empresa que busca uma certificação esta Política ambiental deve ser melhorada, formatada com uma melhor estrutura, incluindo o compromisso com o atendimento de requisitos legais e outros requisitos e o compromisso de melhoria contínua.

Entendeu?

INTEGRAÇÃO DA POLÍTICA

Uma vez que a organização decide integrar seu sistema de gestão, não é necessário que ela elabore uma Política para cada disciplina adotada. Até porque, como visto, muitos itens acabam se repetindo.

Basta que ela elabore uma Política, (denominada Política de Gestão Integrada) que contemple todos os itens obrigatórios (constantes no quadro de resumo apresentado) para uma Política ambiental, uma Política da Qualidade e uma Política de SST.

Veja um bom exemplo de como fazer isto:

Política Integrada Casa da Moeda
Política Integrada da Casa da Moeda do Brasil. Disponível em http://www.casadamoeda.gov.br/arquivos/pcmb/a-empresa/sobre-a-cmb/politica-integrada/politica_integrada_DESMS.pdf

Note como todos os itens obrigatórios para as normas citadas estão presentes no texto.

FORMALIZAÇÃO DA POLÍTICA

As três normas exigem que a Política seja documentada, comunicada e esteja disponível às partes interessadas.

A documentação da Política é a formalização das intenções da Alta Direção. Isto é importante, pois a Política passa a ser um requisito dentro do sistema de gestão.

Como se trata de um documento, ela deve ser elaborada, aprovada e assinada pela Alta Direção!

Uma vez documentada, todos os funcionários devem ter ciência de seu conteúdo. Ora, se a Alta Direção da empresa assume o compromisso de aplicar tudo o que foi expresso na Política, os funcionários têm o dever de assumir este compromisso. Não faz sentido os funcionários agirem em desacordo com a Política da empresa.

Esta divulgação deve ser realizada de forma constante, para garantir que os funcionários não se esqueçam deste documento. Banneres, placas, folhetos, informativos digitais, e até palestras são formas interessantes para esta divulgação.

Além disso, a Política deve estar disponível para as partes interessadas, para que elas saibam como estão sendo canalizados os trabalhos da empresa.

 

FORMATO DA POLÍTICA

Quantas folhas precisa ter a política? Uma? Quinze? E o mínimo de palavras? 1000? 10.000?

As normas não exigem nenhum formato específico. As únicas exigências são as de conteúdo, já citadas acima.

Se você pesquisar um pouco, verá que há diversos formatos de Políticas: de uma folha, apenas com texto; de uma folha com arte final; com várias folhas e arte final...

Não importa. Ressaltamos que o importante é atender ao conteúdo mínimo exigido nas normas.

Vale nossa sugestão: como a Política é um documento de extrema importância e que deve ser divulgado (aos funcionários e partes interessadas), é interessante que ele seja atrativo.

Um documento em folha simples sem arte nenhuma pode facilmente ser confundido com outro documento qualquer, sem importância. Veja os exemplos apresentados acima. Qual deles chamou mais sua atenção?

Lembre-se: a Política é um dos documentos mais importantes de um sistema de gestão! As pessoas devem notá-lo e valorizá-lo.

REVISÃO

A Política não é um documento imutável. Ela deve, sim, ser perpetuada, mas deve acompanhar a evolução da empresa.

Digamos que uma empresa simples decida incorporar em sua Política o compromisso em implantar coleta seletiva. Se no período de 1 ano ela alcançar este objetivo, ele passa a ser obsoleto dentro da Política.

Portanto, sempre analise se a Política está compatível com o contexto da empresa! Sempre que necessário, a Política deve ser revisada!

Agora que você já conhece o documento, acesse este artigo e aprenda como elaborar uma Política de impacto em apenas 7 passos!

Elaboração da Política
Sistema de gestão – 7 passos para elaborar uma Política de impacto

2 Comentários


  1. Conteúdo objetivo e bem exemplificado. Obrigada por compartilhar conosco! 🙂

    Responder

    1. Espero que tenha lhe sido útil, Jéssyca. Continue nos acompanhando para sempre receber conteúdo sobre o assunto!

      Um abraço.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *